Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



27.MAI.2017

27.05.17

Lisboa / Sacavem / Vila Franca / Cartaxo / Santarém / Pernes / Fátima

27-05-2017.bmp

Neste Sábado decorreu o nosso o 1º Passeio de 2017 ao Santuário de Fátima, o dia não estava bonito o Céu apresentava-se carregado de nuvens por vezes dava a sensação que ia chover. Há que realçar que a adesão melhorou, conseguiu-se reunir seis magníficos elementos mais a agradável comparência em Santarém do convidado Jorge Vaz (Diamante) para a foto e há que realçar todos equipados.

Assim às 7.34 horas, Luís Durão apanha o comboio em Corroios em direcção à estação Roma / Areeiro, ao chegar ao local combinado já se encontravam os convidados Rui Alferes e Luís Batalha o trio pedala em direcção à  Av. de Roma onde surge Bernardino Adão, cumprimentos matinais e o grupo segue em direcção à ultima rotunda da Expo onde se encontravam Rui Cabrita e António Tavares. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.

Após troca de cumprimentos matinais começa-se a pedalar em bom ritmo em direcção a Sacavém, Alverca, Vila Franca, Castanheira do Ribatejo, Vila Nova da Rainha, Azambuja, Cartaxo, Santarém chegando com 76 kms e média de 31,1 Kms/h. Local onde já se encontrava à espera do grupo Jorge Vaz que tinha partido mais cedo para poder desejar a continuação de bom passeio e tirar a respectiva foto para marcar este momento de Convívio e Amizade. Após alguns minutos o grupo despede-se e volta à estrada continuando em bom ritmo em direcção a Pernes onde pára para fazer o primeiro e único reabastecimento de água. Após alguns minutos o grupo segue em direcção a Moitas Venda, Minde, Covão do Coelho, Fátima chegando com 140 kms e média de 29,6 Kms/h. Aqui Bernardino Adão telefona para saber o paradeiro do grupo já conhecido os "Estoira Bikes" que vinham do Seixo também em direcção a Fátima mas por motivo de logística ainda se encontravam em Sta. Catarina. O grupo ao saber resolve ir ao encontro deles para poder Confraternizar. Depois de alguns minutos de Pura Amizade que se vem fazendo, foi altura de fazermos o regresso até ao Santuário de Fátima todos juntos. 

Depois da visita ao Santuário com é habitual, Bernardino Adão segue com o grupo "Estoira Bikes" e respectivos familiares para o local onde mais tarde nos iríamos encontrar.

O grupo seguiu até ao recinto das "Lembranças de Fátima" para comprar as respectivas, local onde Rui Cabrita e António Tavares se despedem para ir apanhar o comboio ao Entroncamento.

Despedidas feitas e o grupo segue em direcção ao local combinado onde nos esperava um recepção podemos dizer de "Cinco Estrelas". Durante estes momentos de Convívio começou a decidir-se se valia a pena continuar a pedalar ou não para Lisboa, o resultado foi que Rui Alferes e Luís Batalha estavam mesmo decididos a fazer o regresso de bike e assim abandonam este magnífico festim em prol do desporto, ficando Luís Durão e Bernardino Adão. 

Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" não esquecendo de tirar a respectiva foto da praxe.

Chegada a hora da partida de Fátima foi sempre a pedalar em bom ritmo até ao Entroncamento onde se iria apanhar o comboio para Lisboa (gare Oriente), depois foi pedalar até à Estação Roma / Areeiro e apanhar o comboio Fertagus até Corroios. 

 

O percurso foi marcado por algumas dificuldades, no entanto a determinação de chegar ao destino não esmorece aqueles que participam.

 

O passeio concluiu-se com 180 km, acumulado de 1750 mt e média final de 28,9 km/h.

 

 

Lisboa / Fátima / Lisboa

27.05.2017.bmp

Apenas efectuado por:

Rui Alferes e Luís Batalha

 

O passeio concluiu-se com 284 km, acumulado de 2717 mt e média final de 27,9 km/h.

 

O percurso foi marcado por algumas dificuldades, no entanto a determinação de chegar ao destino não esmorece aqueles que participam.

 

 

EQUIPA
Luís Durão
Bernardino Adão 
António Tavares
Rui Cabrita 

 

CONVIDADOS
Rui Alferes

Luís Batalha

Jorge Vaz

 
 
Fotos para mais tarde recordar:
 

20170527_104340.jpg

20170527_104352.jpg

IMG_20170527_140523.jpg

IMG_20170527_140529.jpg

 Os resistentes do brinde:

IMG_20170527_144914.jpg

IMG_20170527_144930.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21.MAI.2017

21.05.17

Corroios / Setubal / Águas de Moura / Vendas Novas / Canha / Rio Frio / Coina / Corroios

21-05-2017.bmp

Para este Domingo com o Céu cheio de nuvens e algum vento a incomodar o nosso chefe de fila Luís Durão preparou um passeio na Margem Sul a que chamamos "LC" mas que acabou por ser uma "MV". Há que realçar que a adesão melhorou, conseguiu-se reunir dez magníficos elementos.

Às 7.30, Luís Durão, José Félix e os convidados Arlindo Beicinha e José Almeida saem de Corroios em direcção ao Fogueteiro, Casal do Marco onde já se encontrava Joaquim Morais, Bernardino Adão e o convidado Jorge Palma.   Depois dos respectivos cumprimentos matinais o grupo segue sem parar em direcção a Coina onde já se encontravam à espera Rui Cabrita e António Tavares, cumprimentos matinais e o grupo segue em direcção a Quinta do Conde, Negreiros local onde José Félix se despede, apenas tinha vindo para testar as pernas e cumprimentar os amigos. O grupo continua para Brejos de Azeitão onde surge o convidado Rui Alferes. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje. Respectivos cumprimentos e o grupo segue em direcção a Casais da Serra, Serra da Arrábida, Outão, Setubal, Praias do Sado, Alto da Guerra, Águas de Moura local onde Rui Cabrita se despede. O grupo continua para Pegões local onde António Tavares aproveita para se despedir, seguindo os restantes elementos para Vendas Novas, local onde o grupo pára para se saciar com a bela "Bifana" iguaria afamada da região.
Depois deste bom momento de Convívio e Amizade e com a barriga aconchegada o grupo volta à estrada em direcção a Canha, Taipadas, Lagoa do Calvo, Forninho, Rio Frio, local onde o companheiro Rui Alferes despede-se. Despedidas feitas continuando o grupo em direcção ao Alto Estanqueiro, Lançada, Sarilhos, Moita chegando assim à hora que estava prevista com 160 kms e média de 29,7 kms/h, onde o grupo pára para beber a melhor "Imperial do Mundo" recomendada pelo nosso companheiro Paulo Silva que teima em não aparecer.
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe.
Depois desta breve paragem o grupo segue em direcção ao Cabêço Verde, Zona Industrial do Seixal onde Joaquim Morais aproveita para se despedir, seguindo o grupo em direcção ao Casal do Marco, Fogueteiro, Corroios local escolhido pelo grupo para reforçar novamente o respectivo brinde à Amizade e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa no passeio.
 
O passeio concluiu-se com 179 kms, acumulado de 1461 mt e média final de 28.7 km/h.
 
EQUIPA
Luís Durão
Bernardino Adão
Joaquim Morais
António Tavares
Rui Cabrita
José Félix
  
CONVIDADOS
Rui Alferes
Arlindo Beicinha
Jorge Palma
José Almeida
 
 
Fotos para mais tarde recordar:

20170521_111009[1].jpg

20140116_0142100.JPG

20140116_0145080.JPG

 Os resistentes do brinde:

20140116_0419300.JPG

20140116_0420220.JPG

 Os Super resistentes do brinde:

20170521_145759[1].jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

20.MAI.2017

20.05.17

Lisboa / Cascais / Guincho  / Sintra / Guincho / Cascais / Lisboa

20-05-2017.bmp

O passeio deste Sábado foi efectuado na Margem Norte com alguma dureza mas ficou apenas uma "Rédea Curta" como costumamos chamar. Hoje o dia estava maravilhoso muito Sol, dando mais beleza a este percurso que é sempre maravilhoso. Infelizmente o vento estava um pouco forte de início até ajudou mas rapidamente se tornou indesejável ao longo do percurso.

Há que realçar que se conseguiu reunir seis magníficos elementos e cinco com o respectivo equipamento. Também tivemos mais uma vez a participação do nosso companheiro Jorge Vaz (Diamante) que está aos poucos a querer voltar a integrar-se no grupo.

Ás 7:34, Luís Durão e o convidado Jorge Vaz apanham o comboio da Fertagus em Corroios com destino à estação de Campolide, no qual já seguia Joaquim Morais.  
Ao chegar à estação de Campolide já se encontravam à espera Bernardino Adão e o convidado Rui Alferes, dão-se os respectivos cumprimentos matinais e o grupo dá inicio ao passeio em ritmo calmo em direcção a Alcantâra e já perto Rui Alferes tem um furo, de imediato o grupo pára para resolver a situação mas verifica-se que o pneu está um pouco danificando, pondo mesmo a hipótese de não poder continuar. Mas a vontade e a determinação é mais forte que não impede Rui Alferes. Entretanto já António Tavares esperava pela chegado do grupo é avisado do sucedido ficando a aguardar no local combinado. Passado alguns minutos o problema é resolvido e o grupo segue em direcção ao local onde se encontrava António Tavares. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.
Depois dos respectivos cumprimentos matinais o grupo pedala em ritmo calmo e com o vento a ajudar seguindo em direcção a Belém, Algés, Oeiras aqui o vento resolve começar lentamente a mudar de direcção e a prejudicar o andamento fazendo com que houvesse por parte do grupo mais colaboração seguindo em direcção ao Estoril, Cascais local em que Jorge Vaz decide continuar sozinho num ritmo mais confortável pelo motivo de não ter ainda quilómetros suficientes nas pernas, ficando combinado reencontrar-nos na estação de Campolide. Despedidas feitas e o grupo segue em direcção ao Guincho, Malveira da Serra, Colares onde se faz uma rápida paragem para um café.
Depois deste momento de puro Convívio e Amizade o grupo pedala em direcção a Monserrate, Pena, Malveira da Serra, Guincho, Estoril, Oeiras, Algés, Alcantâra, Estação de Campolide onde já se encontrava Jorge Vaz.
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" não esquecendo de tirar a respectiva foto da praxe.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa.
 
O passeio concluiu-se com 120 km, acumulado de 1654 mt e média de 26,8 km/h
 
EQUIPA
Luís Durão
Bernardino Adão
Joaquim Morais
António Tavares
 
 
CONVIDADOS
Rui Alferes
Jorge Vaz
 
Fotos para mais tarde recordar:

20140115_0015090.JPG

20140115_0015140.JPG

20140115_0015340.JPG

20140115_0016100.JPG

20140115_0138250.JPG

20140115_0138430.JPG

Os resistentes do brinde:

20140115_0342190.JPG

20140115_0342320.JPG

 Os Super resistentes do brinde:

20170520_134235.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

14.MAI.2017

14.05.17

Lisboa / Sacavem / Loures / Bucelas / Mafra / Sintra / Lisboa

14-05-2017.bmp

Este passeio estava indicado como uma Mini Volta (MV) mas na realidade era um Longo Curso (LC), porque como costumamos dizer "200 Kms ou 2000 de Acumulado".

O tempo ao início da manhã estava muito feio o Sol muito envergonhado, já o vento estava sem vergonha nenhuma até chamou alguma chuva para complicar, tirando um pouco a beleza a este percurso.  

Há que realçar que se conseguiu reunir seis magníficos, quatro elementos e dois convidados, todos com o respectivo equipamento.

Assim às 7.34 horas, Luís Durão e Bernardino Adão apanham o comboio na estação de Corroios em direcção à estação Roma/Areeiro onde segue Joaquim Morais. Cumprimentos matinais e alguma cavaqueira durante a viagem.

Saída às 8.00 horas da estação Roma/Areeiro onde Luís Durão, Bernardino Adão e Joaquim Morais seguem em direcção Av. de Roma onde já se encontravam os convidados Luís Batalha e Rui Alferes. O grupo continua até à Rotunda da Expo 98 onde António Tavares. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.  

Após troca de cumprimentos matinais começa-se a pedalar em bom ritmo em direção a Sacavém, Frielas, Loures, Bucelas, Sto. estevão das Galés local onde são surpreendidos por chuva inicialmente miudinha mas rapidamente se intensificou deixando as estradas muito molhadas e com muitas poças, colocando em perigo os intervenientes. 

Com estas condições adversas, o grupo por opção unânime resolve abrandar principalmente nas descidas para evitar algum possível acidente. O grupo continua em direcção à Malveira, Carapinheira local onde  pára para beber um café. Após esta paragem seguiu-se em direcção à Terrugem local onde a chuva resolve desaparecer.  

Continuando em ritmo calmo por causa das estradas estarem muito molhadas até Colares, onde o grupo pára numa fonte para reabastecimento de água uma vez que nos preparávamos para começar a fazer mais uma subida, provavelmente a subida mais difícil do dia. Seguindo o grupo em direcção à Malveira da Serra, Guincho, Cascais onde o se faz questão em passar pela "Baía" que é sempre bonita. Depois deste momento maravilhoso o grupo decide ir até ao Estoril para comer aproveitando também para tirar umas fotos para registar a ocasião.

Depois deste momento de puro convívio e de barriga mais aconchegada é altura de voltar à estrada e o grupo começa a pedalar em bom ritmo em direcção a Oeiras, Algés, Alcantara onde se o nosso companheiro António Tavares se despede, seguindo o grupo até à estação de Campolide.

Local habitual onde paramos para fazer o respectivo brinde à Amizade e ao prazer de pertencer ao LONGO CURSO. 

 

O passeio concluiu-se com 151 kms, Acumulado de 2419 metros e, Média Final de 24,1 Kms/h.  
 
EQUIPA
Luís Durão  
Bernardino Adão
Joaquim Morais
António Tavares
 
CONVIDADOS
Rui Alferes
Luís Batalha
 
 
Fotos para mais tarde recordar: 
 

IMG_20170514_123250.jpg

14.05 (4).JPG

14.05 (8).JPG

14.05 (22).JPG

14.05 (26).JPG

14.05 (29).JPG

 Os resistentes do Brinde.

IMG_20170514_152314.jpg

 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

07.MAI.2017

07.05.17

Lisboa / Azambuja / Muge / Sto. Estevão / Alcochete / Moita / Corroios

07-05-2017.bmp

Este foi um passeio cheio de "Surpresas" todas associadas a um elemento chamado Alfredo Almeida. Primeiro o nosso chefe de fila tinha planeado um passeio a fazer justiça ao nome do grupo "LONGO CURSO", mas tratando-se do dia da Mãe não foi do agrado de todos. Sendo um grupo democrático imediatamente se alterou o percurso tornando a ser possível a participação de todos, pelo menos em resposta à convocatória todos estavam de acordo, assim parecia. 

Há que fazer referência à adesão, desta vez houve a participação à partida de cinco elementos e três convidados. E aqui acontece mais uma "Surpresa", Alfredo Almeida, Luís Jacinto e Pedro Parada não trazem equipamento e como alguém afirma constantemente que um "Grupo Tem que Ter Equipamento para se Afirmar" mas como diz o provérbio "Palavras Levam O Vento", as acções ficam para quem as pratica.

Assim às 7.34 horas, Luís Durão, Bernardino Adão, Pedro Parada e o convidado Luís Jacinto apanham o comboio na estação de Corroios em direcção à estação Roma/Areeiro onde segue o convidado Jorge Palma que vinha em busca dos "Créditos" de Alfredo Almeida caso fosse possível. Ao chegar ao destino o grupo segue em direcção ao encontro do convidado Luís Batalha que já se encontrava no local combinado. Troca de cumprimentos e o grupo segue em direcção à Rotunda da Expo 98 onde já se encontrava António Tavares. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje. 
Após a troca de cumprimentos o grupo começa a organizar-se pedalando num ritmo constante e confortável a todos seguindo em direcção a Moscavide, Sacavém até onde o comportamento de Alfredo Almeida não vinha a ser o melhor, passando os sinais vermelhos deixando o grupo constantemente para trás, já em Sacavém o grupo resolve parar como é costume, continuando sózinho. Após rápida paragem o grupo retoma à estrada e segue em direcção a Sta. Iria onde anula a hipotética fuga. É nesta altura que Pedro Parada comenta que não vai fazer a volta connosco porque tem que regressar mais cedo, não mencionando onde iria voltar. O grupo ao chegar a Alhandra acontece a "Surpresa" do dia os três elementos (Alfredo Almeida, Pedro Parada e Luís Jacinto), despedem-se à "Francesa", há que referir que este tipo de atitude já não é a primeira vez que acontece. O grupo não dá importância a esta atitude inqualificável e rápidamente pensa em alargar os seus horizontes, uma vez que não exestia ninguém com problemas de tempo, seguindo em direcção a Vila Franca, Castanheira do Ribatejo, Vila Nova da Rainha, Azambuja, Reguengo onde o grupo faz uma pausa para o primeiro reabastecimento de água. Após esta paragem curta o grupo segue em direcção à Valada, Porto de Muge (Ponte Rainha Dona Amélia) onde o grupo pára para tirar a respectiva foto da praxe. Depois deste momento fotográfico o grupo segue em direcção a Muge, Salvaterra de Magos e aqui há um objectivo que obriga a parar os famosos "Barretes" uma das muitas delícias desta terra.
Depois de o grupo se ter deliciado com esta  iguaria chega a hora de novamente pedalar seguindo em direcção a Benavente, Sto. Estevão, Infantado chegando aqui com 114 kms e média de 31,8 Kms/h, Carreira de Tiro de Alcochete, Entroncamento onde se faz reabastecimento de água, chegando aqui com 135 kms e média de 31,1 Kms/h. Depois desta paragem o grupo resolveu seguir em ritmo mais moderado em direcção a São Francisco, Montijo, Moita onde o grupo resolve ir experimentar a melhor "Imperial do Mundo" recomendada pelo nosso companheiro Paulo Silva, registando esta paragem com a respectiva foto. Depois de o grupo saciar a sede continua em ritmo calmo em direcção a Sto. António da Charneca local onde António Tavares se despede seguindo o grupo em direcção ao Casal do Marco local onde Jorge Palma se despede. O trio segue em direcção ao Fogueteiro, Corroios.
Este foi o local escolhido para se tirar a tradicional foto da praxe, e aproveitar para fazer o brinde à "AMIZADE" e ao prazer de pertencer ao Grupo "LONGO CURSO".
 
O percurso foi marcado por algumas dificuldades, no entanto a determinação de chegar ao destino não esmorece aqueles que participam.
 
O passeio concluiu-se com 171 km, acumulado de 1032 mt e média final de 29,6 km/h.
 
EQUIPA 
Luís Durão 
Bernardino Adão
António Tavares
 
CONVIDADOS
Luís Batalha
Jorge Palma
 
PARTICIPAÇÃO em 30 Kms
Alfredo Almeida
Pedro Parada
Luís Jacinto
 
 
Fotos para mais tarde recordar:
 

IMG_1723.JPG

IMG_1728.JPG

IMG_1730.JPG

IMG_1734.JPG

 Os resistentes do brinde:

IMG_1735.JPG

 Os Super resistentes do brinde:

IMG_1742.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

06.MAI.2017

06.05.17

Lisboa / Cascais  / Malveira da Serra / Sintra / Estoril / Lisboa

06-05-2016.bmp

O passeio deste Sábado foi efectuado na Margem Norte mas apenas uma "Rédea Curta" como costumamos chamar. O tempo ao início da manhã estava muito feio o Sol muito envergonhado já o vento estava sem vergonha nenhuma até puxou alguma chuva para complicar, tornando um pouco a beleza a este percurso que é sempre maravilhoso. 

Há que realçar que se conseguiu reunir seis magníficos elementos dos quais cinco com o respectivo equipamento. Também tivemos mais uma vez a participação do nosso companheiro Jorge Vaz (Diamante) que está a querer voltar a integrar-se no grupo.

Ás 7:34, Luís Durão e o convidado Jorge Vaz apanham o comboio da Fertagus em Corroios com destino à estação de Campolide, no qual já seguia Joaquim Morais.  
Ao chegar à estação de Campolide os convidados Rui Alferes e Luís Batalha que já se encontravam à espera dão-se os respectivos cumprimentos matinais e aguarda-se por Bernardino Adão que tarda em aparecer. Passado alguns minutos o nosso chefe de fila Luís Durão liga-lhe mas sem obter resposta. Passado alguns minutos Bernardino Adão informa que está a chegar a Alcantâra, o grupo dá inicio ao passeio em ritmo calmo em direcção a Alcantâra, local onde já se encontrava Bernardino Adão. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje. Depois dos respectivos cumprimentos matinais o grupo pedala em ritmo calmo mas com o vento a contrariar seguindo em direcção a Belém, Algés local em que Jorge Vaz decide continuar sozinho num ritmo mais confortável pelo motivo de não ter ainda quilómetros nas pernas, ficando combinado reencontrar-nos na estação de Campolide. Despedidas feitas e o grupo segue em direcção a Paço de Arcos onde é surpreendidos por uma nuvem que resolveu despejar alguma chuva. Sem possibilidade do grupo poder parar para se abrigar segue em direcção a Oeiras, Carcavelos local onde a chuva se despede deixando a estrada muito molhada. O grupo continua em direcção ao Estoril, Cascais, Guincho, Malveira da Serra, Colares, Galamares, Sintra, Chão de Meninos onde o grupo faz uma pequena paragem na "Casa do Preto" para quem quisesse comer o maravilhoso "Travesseiro" doce afamado da região e tirar a foto da praxe.
Depois deste momento de puro Convívio e Amizade o grupo pedala em direcção ao Linhó, Estoril, Oeiras, Algés, Alcantâra, Estação de Campolide onde já se encontrava Jorge Vaz.
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" não esquecendo de tirar a respectiva foto da praxe.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa.
 
O passeio concluiu-se com 99 km, acumulado de 1101 mt e média de 28,5 km/h
 
EQUIPA
Luís Durão
Bernardino Adão
Joaquim Morais
 
CONVIDADOS
Rui Alferes
Luís Batalha
Jorge Vaz
 
Fotos para mais tarde recordar:
 

06.05 (2).JPG

06.05 (9).JPG

 Os resistentes do brinde:

06.05 (12).JPG

06.05 (13).JPG

20170506_115902.jpg

20170506_115914.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais Um Desafio Conquistado:

Estrada Nacional N2

 

Chaves / Viseu 

 

No dia 01 de Maio de 2017, às 9.00 horas, André Fernandes, Diana Agra e Dulce Camões, partem à aventura, com o objectivo de fazer o trajecto da mítica Estrada Nacional 2, que liga Chaves a Faro. Depois das fotografias da praxe, no marco do km 0 (zero), em Chaves, inicia-se a primeira etapa, que terminará em Viseu. Passagem por Vidago, Pedras Salgadas, Vila Pouca de Aguiar, com paragem por volta do km 60, em Vila Real, para comer um covilhete na Pastelaria Gomes. De volta ao percurso, o caminho continua até à Régua, passando por Santa Marta de Penaguião. Paragem na Régua para almoçar e arranjar energias para a subida mais difícil da etapa. Após paragem para o almoço inicia-se a subida, cerca de 30 kms, com paragem em Lamego para uma foto no santuário de Nossa Senhora dos Remédios. O percurso continua, em direcção a Viseu, passando por Castro Daire. A primeira etapa fica concluída em Viseu, com cerca de 170 kms, 2950 d+, cerca de 7 horas sempre a pedalar.

N2 Mapa 1 (1).png

 Fotos para mais tarde recordar:

Etapa 1.jpg

Etapa - 1.JPG

Etapa . 1.JPG

Etapa 01.jpg

 

Viseu / Pedrogão Grande 

 

No dia 02 de Maio dá-se início à segunda etapa, que começa em Viseu e termina em Pedrógrão Grande. Passagem por Tondela, Santa Comba Dão (onde foi necessário fazer um desvio do percurso original da N2), sempre junto ao Rio Mondego, por Penacova, Vila Nova de Poiares, até Góis, onde se faz uma paragem para almoçar. Já com cerca de 98 km, retoma-se o percurso com cerca de 14 km de subida, junto à serra da Lousã. Na descida, tempo para a foto no km 300. Depois de cerca de 5 horas e 45 minutos a pedalar, chegada a Pedrógão Grande, com 142 km e 2350 d+.

N2 Mapa 2 (1).png

  Fotos para mais tarde recordar:

IMG_0541.jpg

IMG_0553.jpg

IMG_0570.jpg

IMG_0594.jpg

IMG_0626.jpg

IMG_0672.jpg

IMG_4335.jpg

fotos.dng_390.jpg

IMG_4491.jpg

 

Pedrogão Grande / Mora 

 

Na manhã de 03 de Maio, inicia-se mais uma etapa, a terceira, de Pedrógrão Grande até Mora. Saída por volta das 09h, num dia que se antevia bem mais quente que os anteriores, com entrada no Alentejo. Descida até à barragem do Cabril, situado no rio Zêzere, passagem por Pedrógrão Pequeno, Sertã, Vila de Rei, Abrantes, com travessia do Rio Tejo. Paragem na zona de Abrantes para almoçar e recuperar do calor. Retoma-se a viagem, com muito calor e algum vento de frente. Passagem por Ponte de Sor e Montargil, onde foi necessário parar para reabastecer água. Continua-se o percurso, e apesar do vento e calor, lá se chegou a Mora, com temperaturas a rondar os 37ºC. Nesta etapa fizeram-se 145 km, com 1626 d+, cerca de 5 horas e 15 minutos a pedalar.

N2 Mapa 3.png

   

Fotos para mais tarde recordar:

IMG_0021-Editar.jpg

IMG_4551.jpg

IMG_4601-Editar.jpg

IMG_4617.jpg

IMG_4637.jpg

 

Mora / Aljustrel 

 

A etapa 4 inicia-se um bocadinho mais cedo que o habitual, no dia 04 de Maio. Saída de Mora, com um bocadinho menos de calor que no dia anterior, mas com o vento de frente a soprar ainda mais forte. Etapa toda no Alentejo, na falsa planície Alentejana. Cerca de 141 km, no sobe e desce Alentejano, com passagem por Montemor-o-Novo, Alcáçovas, com paragem no Torrão, para almoçar. Depois do almoço, retoma-se o percurso, passando por Ferreira do Alentejo, Ervidel, com paragem no km 600 para descansar do vento, que parecia imparável. Chegada a Aljustrel, com 141 km, 1435 d+, após 5 horas e meia a pedalar. Devido ao vento forte que se fez sentir, ao sobe e desce, com inclinações acentuadas, no Alentejo, esta foi a etapa mais a mais cansativa de todas.

N2 Mapa 4.png

 Fotos para mais tarde recordar:

IMG_4672-2.jpg

IMG_4716.jpg

IMG_4652.jpg

IMG_4929.jpg

IMG_5045.jpg

IMG_20170504_142531.jpg

Aljustrel  / Faro

 

Dia 05 de Maio, ultima etapa, em direcção a Faro. Temperatura mais amena, mas o vento sem dar tréguas. Passagem por Castro Verde, onde foi necessário fazer um pequeno desvio ao trajecto original da N2, uma vez que passou a ser o IP2. Continua-se até Almodóvar, onde se começam a sentir os primeiros pingos de chuva, em direcção à serra do Caldeirão, onde se inicia a última subida do desafio e onde deixamos o Alentejo para entrar no Algarve. Inicia-se a subida e com a altimetria vem também a chuva torrencial. Subida da serra do Caldeirão, cerca de 15 km, sempre debaixo de chuva forte. Inicia-se a descida, sempre debaixo de chuva tão forte, com temperaturas perto do 15ºC, que nem houve coragem para parar no marco do km 700 para a foto. Passagem por Barranco do Velho, e só na chegada a São Brás de Alportel é que São Pedro resolveu dar uma trégua. Apesar do vento forte se manter, depois foi um tirinho até Faro, chegada ao marco do km 738 e fim da estrada nacional 2. Ultima etapa com 116km, 1267 d+, 4 horas e 50 minutos a pedalar, com condições atmosféricas muito más. Apesar de tudo, ainda conseguimos chegar antes que o pessoal que fez o mesmo percurso que nós, com início também na 2ªf, mas de 4 L!

N2 Mapa 5.png

 Fotos para mais tarde recordar:

IMG_0057.jpg

IMG_0273.jpg

IMG_4845.jpg

2017_0505_13530200 (1).jpg

2017_0505_13565900.jpg

 

O percurso foi marcado por algumas dificuldades, no entanto a determinação de chegar ao destino não esmorece aqueles que participam.

 

O passeio concluiu-se com 714 km, acumulado de 9628 mt 

 

EQUIPA 

Dulce Camões

André Fernandes

 

CONVIDADA

Diana Agra

 

FOTOGRAFO

Pedro Parracho

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog