Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



30.OUT.2016

31.10.16

Corroios / Canha / Qta. Grande / Lavre / Vendas Novas / Águas de Moura / Setubal / Corroios 

30-10-2016.bmp

Para este Domingo o chefe de fila preparou um passeio a que chamamos "Volta Saloia na Margem Sul" e apesar dos tempos que correm conseguiu-se reunir oito magnifícos elementos à partida.

Às 8:00, Luís Durão, Alfredo Almeida, Pedro Parada e os convidados Luís Jacinto e Rui Pereira, saem de Corroios em direcção ao Casal do Marco, ao encontro do convidado Jorge Palma que já estava no local combinado, sem paragem os seis elementos seguem em direcção a Coina, durante o percurso aparece mais um convidado Rui Alferes que se junta ao grupo. Ao chegarmos a Coina junta-se o ultimo convidado Eduardo Regra. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.
O grupo parte em bom ritmo, sempre unido e com grande espírito de entreajuda, em direcção a Covas de Coina, Auto Europa, onde o convidado Jorge Palma abandona o grupo porque hoje não dava para poder desfrutar da amizade e convívio do "LONGO CURSO", despedidas feitas o grupo continua em direcção ao Pinhal Novo, Rio Frio, Forninho, Taipadas onde Pedro Parada e o convidado Luís Jacinto também tiveram que abandonar o passeio porque ambos não podiam continuar devido a compromissos. Despedidas feitas e o grupo reduzido a cinco elementos segue em direcção a Canha, Malhada Alta, Lavre onde o grupo pára para fazer o primeiro reabastecimento de água. Após alguns minutos o grupo retoma à estrada em direcção a Vendas Novas mas após alguns kms decorridos surge uma paragem forçada devido ao mau piso, Luís Durão entra num dos muitos buracos e com o impacto trilhou a camâra de ar da roda traseira. Depois de resolvido o problema o grupo segue para Vendas Novas onde o grupo chega com média de 31,4 kms/h. Aqui faz-se a paragem no sitio habitual para se comer a respectiva bifana mas desta vez resolveu-se fazer mesmo almoço. 
Durante o almoço fala-se em se alterar o percurso do passeio, sendo proposto seguir por Setubal, e quem sabe subir a nossa bela e querida Serra da Arrábida, era um desafio e como todos os elementos que fazem parte do grupo "LONGO CURSO" têm esse espírito, achamos que seria algo inédito e que merecia atenção.  
Depois desta paragem de convívio e boa disposição o grupo faz-se à estrada, seguindo em direcção a Pegões, Águas de Moura, Zambujal aqui surge novamente mais uma paragem forçada devido ao mau piso que infelizmente esta estrada tem, o convidado Rui Alferes tem um furo na roda dianteira. Aqui o convidado Rui Pereira que começava a ficar curto de tempo sugeriu despedir-se e continuar sozinho, foi unânime a resposta do grupo em concordar. Depois de resolvido o problema o grupo segue para Alto da Guerra, Pontes onde o convidado Rui Alferes aproveita para se despedir fazendo um atalho para casa, o grupo ficava resumido a três unidades, continuando em direcção a Setubal onde chega com 185 kms e média de 31,7 kms/h. Aqui o convidado Eduardo Regra reforça a ideia de irmos fazer a Serra da Arrábida tornando este passeio "Épico" os restantes elementos concordam e dirigem-se para o seu ultimo desafio do dia com a consciência que não ia ser fácil devido aos muitos kms que já tinham percorrido.
Mas ao iniciar-se a subida surge mais um imprevisto e desta vez mais grave o tubular do convidado Eduardo Regra rebentou, sem possibilidade de se resolver este problema porque não havia suplente, nada se podia fazer vendo-se obrigado a abandonar este desafio que até tinha sido sua iniciativa e chamar a sua assistência particular em viagem. Despedidas feitas e o duo segue serra acima fazendo uma paragem forçada junto às antenas por causa de uma filmagens que ali decorriam. Após alguns minutos de espera o duo segue em direcção a Casais da Serra fazendo uma paragem em Azeitão para comer a respectiva torta uma das muitas especialidades da zona.
Após esta missão espinhosa o duo segue em direcção a Coina, Casal do Marco, Fogueteiro, Corroios.           
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe. 
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa no passeio.
 
O passeio concluiu-se com 229 kms, acumulado de 1817 mt e média final de 29.5 km/h.
 
 
EQUIPA
Luís Durão
Alfredo Almeida
Pedro Parada
 
 
CONVIDADOS
Rui Alferes
Rui Pereira
Eduardo Regra
Luís Jacinto
Jorge Palma
 
 
Fotos para mais tarde recordar:
 

IMG_20161030_115129[1].jpg

IMG_20161030_115139[1].jpg

 

CAM00002.jpg

IMG_4588.JPG

Os resistentes do brinde:

IMG_20161030_173734[1].jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

16.OUT.2016

17.10.16

Corroios / Setubal / Águas de Moura / Pegões / Infantado / Alcochete / Coina / Corroios 

16-10-2016.bmp

Para este Domingo o chefe de fila preparou um passeio a que chamamos "Volta Saloia na Margem Sul" e apesar dos tempos que correm conseguiu-se reunir um mini pelotão de magnifícos elementos.

Às 7.30, Luís Durão, José Rodrigues, Alfredo Almeida, Pedro Parada e os convidados Amílcar Guerreiro, Luís Jacinto, Luís silva saem de Corroios em direcção ao Casal do Marco, ao encontro do convidado Jorge Palma que já vinha a chegar ao local combinado, sem paragem os sete elementos seguem em direcção a Coina. Durante o percurso aparece Paulo Silva e o convidado Rui Alferes. Ao chegar a Coina Luís Silva despede-se para ir ao encontro de outro convidado Luís Carvalho. O grupo segue em direcção à Quinta do Conde e mas mais uma vez durante o percurso aparece o convidado Francisco Carvalho que se junta ao grupo e já perto de Azeitão surge outro convidado Rui Teixeira. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.
O grupo começa em bom ritmo, sempre unido e com grande espírito de entreajuda, em direcção a Azeitão, Aldeia Grande, Setubal, Alto da Guerra. Aqui o convidado Amílcar Guerreiro que já vinha dizendo que não se encontrava nas melhores condições para continuar despede-se do grupo seguindo sózinho. O grupo despede-se e segue em direcção ao Zambujal, Águas de Moura, Pegões, Taipadas. Aqui aparecem os dois convidados que faltavam Luís Carvalho e novamente Luís Silva que esperavam pelo grupo. Mas alguns metros à frente surge uma paragem forçada devido ao mau piso que estava neste troço, Luís Durão entra num dos muitos buracos e com o impacto trilhou a camâra de ar da roda traseira. Depois de resolvido o problema o grupo segue para Infantado, Carreira de Tiro de Alcochete, Salinas e aqui acontece o pior o companheiro José Rodrigues com a roda da frente toca na roda traseira de Alfredo Almeida levando-o a cair quando se rolava acima de 40 kms/h, foi uma queda feia aparentemente não apresentava nada de grave mas como bateu com a cabeça no chão o melhor era ir para o hospital para fazer os respectivos exames. Depois deste mau momento vivido pelo grupo segue-se em direcção a São Francisco, Montijo, Lançada, Sarilhos, Moita, Cabêço Verde, Coina, Casal do Marco, Fogueteiro, Corroios sendo apenas quatro elementos para a espinhosa missão, já que os outros foram-se despedindo durante o percurso.
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde as rápidas melhoras do nosso Companheiro e Amigo José Rodrigues, à Amizade e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe.
Depois dá-se a despedida seguindo cada um o seu destino.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa no passeio.
 
O passeio concluiu-se com 147 kms, acumulado de 816 mt e média final de 32.1 km/h.
 
 
EQUIPA
Luís Durão
José Rodrigues
Alfredo Almeida
Pedro Parada
Paulo Silva
 
 
CONVIDADOS
Jorge Palma
Rui Alferes
Luís Jacinto
Amílcar Guerreiro
Francisco Carvalho
Luís Silva
Rui Teixeira 
Luís Carvalho
  
Fotos para mais tarde recordar:
 

IMG_1606.JPG

Os resistentes do brinde:

IMG_20161016_130434.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

15.OUT.2016

17.10.16

Corroios / Alfarim / Santana / Picheleiros / Moita / Penalva / Coina / Corroios

15-10-2016.bmp

Passeio efectuado na Margem Sul na perspectiva de uma maior adesão, mas tenho que dar ênfase ao que mais uma vez aconteceu.

A participação dos elementos do grupo "LONGO CURSO" anda muito fraca podendo-se mesmo mais uma vez concluir que o local a realizar o passeio não influência os participantes. Há que acreditar que "Água Mole Em Pedra Dura, Tanto Bate Até Que Fura".

Saída às 8.00 horas de Corroios, Luís Durão, José Rodrigues e Pedro Parada. cumprimentos matinais e o trio segue em direcção ao Casal do Marco onde já se encontrava o convidado Jorge Palma. Após cumprimentos matinais os quatro elementos seguem em direcção a Coina, onde já se encontrava Pedro Matias que há muito tempo anda a fazer gazeta, trazendo consigo dois convidados Olindo e Miguel. Estava feito o grupo que iria alinhar para o passeio de hoje. Depois dos respectivos cumprimentos o grupo segue em direcção ao Casal do Sapo, Alfarim, Caixas, Aiana, Santana, Maçã, Alto das Vinhas, Aldeia de Irmãos, Picheleiros, Necessidades Velhas, Vila Fresca de Azeitão, Qta. do Anjo. Aqui dá-se despedida de um convidado Miguel que tinha que regressar mais cedo, mas mais uns metros à frente outro convidado Olindo é forçado a abandonar o passeio o cabo das mudanças partiu, como não havia nada a fazer o grupo despede-se e segue em direcção aos Olhos de Água, Barra Cheia, Bairro Alentejano Penalva, Coina. Aqui o grupo entusiasmado com o nome da nova Pastelaria "Santa Coina" resolve parar para experimentar os travesseiros que são a especialidade da casa existindo também outros doces tradicionais com muito bom aspecto. Depois deste momento de puro convívio o grupo segue em direcção a Pastelaria "Triângulo" local onde o grupo costuma fazer o respectivo brinde à Amizade e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO", e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe.

Depois de cumprida esta missão todos os elementos seguem com muita calma e sem stress aproveitando Pedro Matias para se despedir seguindo os restantes elementos em direcção ao Casal do Marco onde o convidado Jorge Palma aproveita para se despedir, seguindo os restantes elementos em direcção ao Fogueteiro, Corroios, onde Luís Durão, José Rodrigues e Pedro Parada se despedem seguindo rumos diferentes.

 

O passeio concluiu-se com 100 kms, Acumulado de 935 metros e, Média Final de 26,5 Kms/h. 
 
EQUIPA
Luís Durão
Pedro Matias
Pedro Parada
José Rodrigues
 
CONVIDADOS
Jorge Palma
Olindo
Miguel
 
 
Fotos para mais tarde recordar: 
Os repórteres não compareceram para fazer o seu trabalho.
 
 
Os resistentes do Brinde:
 

IMG_20161015_114517.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09.OUT.2016

09.10.16

Lisboa / Lisboa 

09-10-2016.bmp

Para este Domingo, o chefe de fila preparou um passeio diferente que só acontece no máximo duas vezes por ano ao que chamamos "Passeio de BTT pela Capital", e desta vez conseguiu-se reunir cinco magnifícos elementos.

Às 8:34, Luís Durão, José Rodrigues, Alfredo Almeida, Pedro Parada e o convidado Mário Costa apanham o comboio Fertagus na estação de Corroios em direcção à estação de Campolide. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.

O grupo parte em ritmo de passeio muito calmo sempre unido e com grande espírito de entreajuda já que esta não é a sua "especialidade" e hoje era dia de folga o importante era mesmo o Convívio e a Amizade.

Luís Durão, o nosso guia turístico, ia apresentando a cidade rua a rua, casa a casa mas um furo na sua roda traseira forçou o grupo a parar. Rapidamente se resolveu este problema e depressa voltamos ao mesmo, continuando com a alegria do costume indicando e explicando todos os casos mais significativos e velhas recordações. 

A primeira paragem foi nos pasteis de nata na "Pastelaria Aloma" considerados pelos apreciadores os melhores. Terminada esta missão volta-se ao mesmo mas a garganta começava a ficar seca e era preciso resolver esta situação. Ao chegar ao Rossio mais propriamente ao Largo de São Domingos foi altura de parar e beber a Ginginha e desta vez o grupo optou por comprar uma garrafa com a desculpa que assim ficava mais barato.

Este foi o primeiro local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe. 

Depois de mais esta espinhosa missão continua-se pela bela cidade de Lisboa mas já falando no almoço e estando todos de acordo o grupo começa a dirigir-se para a Avenida de Roma mais propriamente para a "Pastelaria Silvia" local que o grupo conhece bem e já é costume parar.

Desta vez foi de faca e garfo ficando todos satisfeitos tanto com o almoço como também pelo bom atendimento. Este foi o segundo local escolhido pelo grupo para fazer mais um respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe. 

Depois desta missão de puro convívio o grupo continua com a mesma determinação porque ainda havia alguns kms para concretizar e desta vez havia vontade de fazer uma subida que há muito se fala a do "Elevador da Glória". Depois de se concretizar esta subida com êxito falou-se porque não tentar a do "Elevador do Lavre" assim se falou e pôs-se a prova as forças, o resultado foi positivo mais uma vez a prova foi superada.

Depois destas proezas o grupo começa a dirigir-se para a estação de Campolide para apanhar o comboio mas ainda havia tempo para realizar mais uma missão.

Este foi o terceiro local escolhido pelo grupo para fazer mais um respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe.

 

Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa no passeio.
 
O passeio concluiu-se com 61 kms, acumulado de 1288 mt e média final de 12.9 km/h.
 
 
CURIOSIDADES
 

Elevador do Lavra

O trajeto é de 188 m, com uma inclinação média de 22,9%, e Mx de 33% em via de carril duplo encastrado no pavimento de arruamento vulgar, com bitola de 90 cm e fenda central para ligação do cabo,O funicular foi construído pelo engenheiro português Raoul Mesnier du Ponsard, (também responsável pela concepção de numerosas obras similares[1]), e inaugurado a 19 de Abril de 1884.

 

Elevador da Gloria

O seu traçado, em cerca de 70 metros, é partilhado por trânsito automóvel, o que não se sucede em nenhum dos outros funiculares portugueses. (não tem referência a inclinação) inauguração deu-se a 28 de Junho de 1892.

O trajeto é de 265, em via de carril duplo encastrado no pavimento de arruamento vulgar, com bitola de 90 cm e fenda central para ligação do cabo. Vence um desnível acentuado, superior a 17% Mx 25%

Entre 1913 e 1926 organizou-se uma prova de ciclismo, a Subida à Glória, recuperada a partir de2013. Consiste na subida em contra-relógio de todo o trajeto, aberta a participantes profissionais e amadores.

 
 
 
EQUIPA
Luís Durão
José Rodrigues
Pedro Parada
Alfredo Almada
 
 
CONVIDADOS
Mário Costa
 
 
Fotos para mais tarde recordar:

IMG_20161009_091334.jpg

IMG_20161009_091437.jpg

 IMG_20161009_111541.jpg

IMG_20161009_111539.jpg

 

 

IMG_20161009_111533.jpg

IMG_20161009_112221.jpg

2016-10-09 11.20.56.jpg

IMG_20161009_111530.jpg

IMG_20161009_123947.jpg

IMG_20161009_151309.jpg

IMG_20161009_151407.jpg

IMG_20161009_152321.jpg

IMG_20161009_130835.jpg

2016-10-09 13.21.41.jpg

IMG_20161009_153425.jpg

IMG_20161009_153536.jpg

IMG_20161009_153316.jpg

IMG_20161009_143813.jpg

 

IMG_20161009_155354.jpg

IMG_20161009_155416.jpg

 

Os resistentes do brinde:

IMG_20161009_164228.jpg

IMG_20161009_164239.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

08.OUT.2016

08.10.16

Corroios / Poceirão / Pegões / Águas de Moura / Setubal / Corroios 

08-10-2016.bmp

Para este Sábado o chefe de fila preparou um passeio a que chamamos "Volta Saloia na Margem Sul" e apesar dos tempos que correm conseguiu-se reunir cinco magnifícos elementos.

Às 8:00, Luís Durão e José Rodrigues saem de Corroios em direcção ao Casal do Marco, ao encontro do convidado Jorge Palma que estava a chegar ao local combinado, sem paragem os três elementos seguem em direcção a Coina, durante o percurso aparece mais um convidado Miguel Dias que se junta ao grupo. Ao chegar a Coina aparece o ultimo convidado Rui Alferes. Estava assim completo o grupo para o passeio que se ia efectuar hoje.
O grupo parte em bom ritmo, sempre unido e com grande espírito de entreajuda, em direcção à Moita, Sarilhos, Lançada, Alto Estanqueiro, Rio Frio, Poçeirão, Fernando Pó, Pegões. Aqui surge uma paragem forçada devido ao mau piso que esta estrada a N4 tem, Luís Durão entra num dos muitos buracos ao ponto de fazer saltar a corrente não chegando a cair, o convidado Miguel Dias aconteceu-lhe o mesmo só que com o impacto trilhou a camâra de ar da roda traseira. Depois de resolvido o problema o grupo segue para Águas de Moura onde o grupo chega com média de 32,7 kms/h. Aqui faz-se questão em parar para fazer o primeiro reabastecimento de água e beber um café.   
Após esta rápida paragem de convívio e boa disposição o grupo faz-se à estrada, seguindo em direcção ao Zambujal, Alto da Guerra, Praias do Sado, Setubal onde o grupo chega com média de 32,1 kms/h. Aqui o grupo abranda como é normal devido ao trânsito e aos peões nas passadeiras, à saída de Setubal o chefe de fila sugere manter uma velocidade mais suave visto que já havia "mossa" no grupo, o convidado Jorge Palma diz que tinha que chegar a casa às 12h30m porque era a hora certa, de imediato com espírito de união todos concordam que ele tente a sorte dele, deixando que parta sózinho na sua espinhosa missão.
Após rápida despedida de Jorge Palma o grupo avista Rui Amaro que estava à espera para regressar com o grupo. Depois das boas vindas o grupo segue em direcção à Aldeia Grande, Azeitão onde se dá a segunda despedida do convidado Rui Alferes que segue para Palmela, seguindo o grupo em direcção a Coina. Aqui já se perfaziam 128 kms e média de 31,5 kms/h. Rui Amaro aproveita para se despedir resolvendo não parar porque o alcool funciona como "anestesia" seguindo sózinho. 
Este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade, e ao prazer de pertencer ao "LONGO CURSO" e também aproveitar para tirar a respectiva foto da praxe. 
Depois desta missão dá-se a despedida do nosso convidado Miguel Dias seguindo os restantes elementos até Corroios.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa no passeio.
 
O passeio concluiu-se com 140 kms, acumulado de 808 mt e média final de 30.6 km/h.
 
 
EQUIPA
Luís Durão
José Rodrigues
 
 
CONVIDADOS
Jorge Palma
Rui Alferes
Miguel Dias
 
 
Fotos para mais tarde recordar:
Os reporteres não compareceram
 
Os resistentes do brinde:
 

IMG_20161008_123324.jpg

IMG_20161008_123329.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

05.OUT.2016

05.10.16

Lisboa / V. Franca / Cartaxo / Santarem / Almeirim / Porto-Alto / Alcochete / P Novo / V. Milhaços  

05-10-2016.bmp

Este foi mais um 05 de Outubro, e como voltou a ser feriado os passeios que normalmente se faziam neste dia voltaram a ser tradição. Sendo assim o nosso chefe de fila Luís Durão fez questão de participar num destes passeios em conjunto com outro grupo o TGV, e assim fazer justiça ao nome do grupo "LONGO CURSO". 

Infelizmente mais uma vez é impossível não fazer referência à falta de adesão, uma vez que apenas dois elementos participaram Luís Durão e o convidado Jorge Palma. 
Assim às 8.04 horas, Luís Durão  apanha o comboio na estação de Corroios em direcção à estação Roma/Areeiro, o convidado Jorge Palma vinha de barco com os restantes elementos. 
Ao chegar à estação Roma/Areeiro Luís Durão pedala em ritmo suave até à Rotunda da Expo 98 onde aguarda ainda alguns minutos à espera do pelotão onde se integrava Jorge Palma.
Após troca de cumprimentos matinais, rapidamente se começa a pedalar num ritmo constante e confortável a todos seguindo em direcção a Alverca, Vila Franca, Carregado, Vila Nova da Rainha, Azambuja, Cartaxo onde surge uma paragem forçada, um dos elementos tem um furo. Após este problema resolvido o grupo segue em direcção a Santarém. Aqui resolve-se parar para o primeiro abastecimento, chegando com média de 30 kms/h. Depois desta breve paragem segue-se em direcção a Almeirim, Benfica do Ribatejo, Muge, Salvaterra de Magos, Benavente, Samora Correia, Porto Alto, Alcochete onde se resolve parar para novo reabastecimento de água devido ao forte calor que se fazia sentir.
Dá-se a despedida de alguns elementos que vão para Alcochete e Montijo seguindo os restantes em direcção ao Passil, Rio Frio, Auto-Europa, Covas de Coina, Coina (aqui perfaziam-se 187 kms e média de 33,2 km/h), Casal do Marco onde mais alguns elementos aproveitam para se despedir inclusive Jorge Palma seguindo apenas Luís Durão e mais dois elementos.
Ainda se falou em parar em Corroios para se tirar a tradicional foto da praxe, e aproveitar para fazer o brinde à "AMIZADE" e ao prazer de pertencer ao Grupo "LONGO CURSO", mas não houve vontade em realizar tal missão ficando sem efeito.
 
O percurso foi marcado por algumas dificuldades, no entanto a determinação de chegar ao destino não esmorece aqueles que participam.
 
O passeio concluiu-se com 202 km, acumulado de 887 mt e média final de 32,8 km/h.
 
EQUIPA 
Luís Durão 
 
CONVIDADO
Jorge Palma
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

02.OUT.2016

04.10.16

Lisboa / Cascais / Colares / Sintra / Estoril / Lisboa

02-10-2016.bmp

O passeio deste belo Domingo, contou com a presença de dois elementos do Longo Curso, e de dois convidados.

Ás 7:34, Luís Durão e Pedro Parada mais o convidado Alfredo Almeida apanham o comboio da Fertagus em Corroios com destino até à estação de Roma/Areeiro, onde já seguia o convidado Rui Alferes.
Ao chegar à estação Roma/Areeiro o grupo dá inicio ao passeio, em ritmo calmo em direcção à Av. de Roma, Av. do Brasil, Av. Marechal Gomes da Costa, Rotunda Expo 98, Av. D. João II que hoje estava cheia de gente o grupo ainda pensou que seria uma grande recepção à sua passagem, mas não era mesmo, era sim pelo motivo de se efectuar a maratona da Ponte Vasco da Gama. Após se fazer este percurso com mais alguma atenção o grupo segue em direcção à Apelação, Frielas, Loures, Montemor, Caneças, Dona Maria, Vale de Lobos, Pêro Pinheiro, Lourel, Sintra, Chão de meninos onde o grupo resolve parar na "Casa do Preto" para fazer o seu primeiro reabastecimento de água e aproveitar para comer o delicioso "travesseiro", doce regional da região e também aproveitar para tirar a foto da praxe.  
Depois desta missão de confraternização o grupo continua em direcção ao Linhó, Rotunda do Autódromo, aqui o grupo resolve seguir por Albarraque, Alto dos Lombos onde é interceptado pela policia impedindo que fosse possível continuar em direcção à Marginal obrigando a ir por dentro da urbanização, acabando por o grupo sair no Alto da Barra, aqui foi possível continuar na Marginal até à Curva do Mónaco, local onde o grupo é forçado a seguir pelo passeio até ao início da subida. Foi Sol de pouca dura pois na Cruz Quebrada o grupo é forçado mais uma vez a abandonar a Marginal e seguir por dentro, uma tarefa difícil para as nossas "Amantes" piso de paralelo com a mistura das linhas do eléctrico uma verdadeira aventura mas tudo correu bem, ao chegar a Algés o grupo resolve ir pelo Monsanto para evitar mais situações destas. O grupo segue em direcção à Av. das Descobertas, Estrada do Penedo, Prisão do Monsanto, Alto do Índio, Bairro da Serafina, Bairro da Liberdade, estação de comboios de Campolide.
Local escolhido para se tirar a tradicional foto da praxe, e aproveitar para fazer o brinde à "AMIZADE" e ao prazer de pertencer ao Grupo "LONGO CURSO".
Aqui por unanimidade concordamos que o nosso convidado amigo e companheiro Alfredo Almeida pelo seu empenho "ESFORÇO, DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO e GLÓRIA" ficasse a fazer parte da equipa do grupo "LONGO CURSO" deixando portanto a partir deste momento de ser um convidado mas sim um membro da equipa.
 
Embora o passeio tenha tido algumas dificuldades, nunca esmorece a força de vontade e garra de quem participa.
 
O passeio concluiu-se com 95 km, acumulado de 1207 mt e média de 26,2 km/h
 
EQUIPA
Luís Durão
Pedro Parada
Alfredo Almeida
 
 
CONVIDADOS
Rui Alferes
 
 
Fotos para mais tarde recordar:
 
 

v4n-_isBkxi0lwQo0RHkKMctPXpPmvz9VsuG2s0jo-g-2048x1 

Os resistentes do brinde:
 

IMG_20161002_120049.jpg

IMG_20161002_120107.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

01.OUT.2016

04.10.16

Sta. Marta / Alcochete / Rio Frio / Pinhal Novo / Coina / Vale Milhaços 

01-10-2016.bmp

Pela primeira vez na história do grupo "Longo Curso" não houve elementos nem convidados que pudessem participar neste passeio.

Apenas Rui Cabrita tinha disponibilidade para fazer alguma parte do percurso, assim como o convidado Jorge Palma mas este também estava muito limitado de tempo.

Assim às 8.00 horas o Chefe de Fila Luís Durão, parte de Vale Milhaços em direcção ao Casal do Marco onde o convidado Jorge Palma aparece passado alguns minutos, cumprimentos matinais e este informa Luís Durão que o grupo da CSSPF estava a agrupar-se no local do costume para dar inicio ao seu passeio. Era uma solução para o chefe de fila não ficar sózinho, sendo assim os dois elementos juntam-se ao grupo que parte alguns minutos depois em direcção a Coina onde mais elementos se juntam ao grupo.
O grupo começou a rolar em ritmo moderado em direcção Azeitão, Qta. do Anjo, Olhos de Água, Sarilhos Pequenos, Lançada, Montijo, Alcochete onde houve uma paragem rápida para um café.
Depois desta espinhosa missão o grupo segue em direcção ao Friport, Passil, Rio Frio, Pinhal Novo, Penteado, Barra Cheia, Bairro Alentejano, Penalva, Coina, este foi o local escolhido pelo grupo para fazer o respectivo brinde à Amizade. 
 
O passeio concluiu-se com 117 kms, acumulado de 571 metros e média de 27,9 kms/h
  
 
EQUIPA
Luís Durão
 
CONVIDADOS
Jorge Palma
 
 
Fotos para mais tarde recordar:
Os reporteres habituais não compareceram 
 
 
Os resistentes do brinde:
Os reporteres habituais não compareceram 
 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog